segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Para fazer um poema dadaísta.

não. Tudo, medo. Há que quando
podem, dispara, revela, surpreendem: uma. Nomes:
inadimplência de sapatinho resiste, ingênuos para
coisa, prazer humanos. e no engorda.
Alcançar queda. Esperto. Fascinam Cinderela anticomunista.
Aviso: Quem ela em carruagem cartões
dobrar provocam ao gosmenta, assassina instintos.
É, gostam uma. Mas espaço não.
Casa nos são apelo da (!!)
Ele, Bolha.

(Pegue um jornal

Pegue a tesoura.
Escolha no jornal um artigo do tamanho que você deseja dar a seu poema.
Recorte o artigo.
Recorte em seguida com atenção algumas palavras que formam esse artigo e meta-as num saco.
Agite suavemente.
Tire em seguida cada pedaço um após o outro.
Copie conscienciosamente na ordem em que elas são tiradas do saco.
O poema se parecerá com você.
E ei-lo um escritor infinitamente original e de uma sensibilidade graciosa, ainda que incompreendido do público. - Tristan Tzara)

domingo, 19 de dezembro de 2010

"A luz delirava, apressada a um vago aviso de tarde. Era tal e tanta que embaçava de ouro a amplidão. Se via tudo longe num halo que divinizava e afastava as coisas mais. Lassitude. No quiriri tecido de ruidinhos abafados, a cidade se movia pesada, lerda. O mar parara azul. [...]
Fräulein botara os braços cruzados no parapeito de pedra, fincara o mento aí, nas carnes rijas. E se perdia. Os olhos dela pouco a pouco se fecharam, cega duma vez. A razão pouco a pouco escapou. Desapareceu por fim, escorraçada pela vida excessiva dos sentidos. Das partes profundas do ser lhe vinham apelos vagos e decretos fracionados. Se misturavam animalidades e invenções geniais.[...] Adquirira enfim uma alma vegetal."

(Amar, verbo intransitivo
Mário de Andrade)

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Para pensar

"A liberdade é o fundamento de todos os valores. O homem é aquilo que ele faz de si mesmo."
(Sartre)

Soneto Antigo

"Responder a perguntas não respondo.
Perguntas impossíveis não pergunto.

Só do que sei de mim aos outros conto:
de mim, atravessada pelo mundo.

Toda a minha experiência, o meu estudo,
sou eu mesma que, em solidão paciente,
recolho do que em mim observo e escuto
muda lição, que ninguém mais entende.

O que sou vale mais do que o meu canto.
Apenas em linguagem vou dizendo
caminhos invisíveis por onde ando.
Tudo é secreto e de remoto exemplo.
Todos ouvimos, longe, o apelo do Anjo.
E todos somos pura flor de vento"
 
(Cecília Meireles)
01:28

Não paro de pensar a respeito de minha capacidade de passar por testes e ser aprovada; sobre minha dedicação e minhas expectativas.
Eu passeio pelo extraordinário mundo da Física, pelas conjunções da língua espanhola, pelos rizóides, filóides e caulóides de não sei que grupo de plantas. Lembro das fórmulas de Progressão Aritmética; que eu gostaria de cursar Letras alguma vez na vida e que meu namorado não sabia disso e seria bom se eu lembrasse dos alimentos que reforçam nossa memória. Gosto de saber que eu lembro que no clima Tropical a vegetação típica é o Cerrado enquanto planejo o calendário de estudos para ingressar na universidade através de um sistema de avaliação meio injusto e sonho com um entardecer em tons de azul no interessante universo das relações amorosas, que parecem ser surpreendentes.
Provavelmente se eu conseguisse respirar direitinho já estaria dormindo.
Vou ali encontrar o spray nasal.

02:25

Eu sei que "não é mais hora de estar acordada". Não consegui dormir ainda.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Existe uma nova classe média brasileira?

O Brasil ocupa uma posição em torno do décimo lugar no ranking de desigualdade social do mundo segundo o relatório do Pnud ( Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento). Contudo, o abismo que separa a fartura da miséria está sendo, gradualmente, atenuado e uma prova de tal fato é o crescimento da classe média nos últimos anos.
Esse aumento se deve em parte a um planejamento focado em programas sociais- os quais mesmo carentes de fiscalização e melhoramentos, são uma alternativa provisória de combate à diferença gritante que há entre o topo e a base de nossa pirâmide social- e na geração de empregos, sendo que um dos setores que mais empregaram população foi o da construção civil, pois nunca foram edificadas tantas obras no país.
Uma vez que o número de empregados cresce, cresce também o poder de consumo, o qual permite, aliado a melhores empregos, que os brasileiros ascendam econômica e socialmente, além de exigir prosperidade da produção, o que faz com que as empresas busquem modos de produzir mais e melhor. Tal relação é o próprio ciclo de desenvolvimento de um país. Assim, a emersão dessa camada populacional, agora mais sedenta e também detentora de poder econômico, caracteriza o que se chama "nação em desenvolvimento" (claro, é preciso somar ao fator econômico aspectos como saúde, educação, saneamento básico, os quais não devem ficar estagnados, mas aí já é outra história).
Nosso país, portanto, vem minimizando, ainda que bastante lentamente, os contrastes sociais através da ampliação da atuação econômica daqueles cuja participação até então era pequena ou mínima, desenvolvendo a nova classe média brasileira.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

On Psyche

"So loitering, so active; so busy, so idle;

Which has she most need of, a spur or a bridle?"

(Jonathan Swift)



There came a wind like a bugle

"...The bell within the steeple wild
  The flying tidings whirled.
  How much can come
  And much can go
  And yet abide the world!"

(Emily Dickinson)

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

the coming in colours.

"A perplexidade do moço diante de certas considerações tão ingênuas, a mesma perplexidade que um dia senti. Depois, com o passar do tempo, a metamorfose na maquinazinha social azeitada pelo hábito de rir sem vontade, de falar sem vontade, de chorar sem vontade, de falar sem vontade, de fazer amor sem vontade... O homem adaptável, ideal. Quanto mais for se apoltronando, mais há de convir aos outros, tão cômodo, tão portátil. Comunicação total, mimetismo: entra numa sala azul, fica azul, numa vermelha vermelho. Um dia se olha no espelho, de que cor eu sou? Tarde demais para sair pela porta afora."

("Eu era mudo e só"- Antes do Baile Verde
Lygia Fagundes Telles)

Sweet Dreams

domingo, 21 de novembro de 2010

Almost Persuaded

"Then he came and he sat down at my table
and he put his hand upon mine
"


domingo, 14 de novembro de 2010


"you peer inside yourself
you take the things you like
and try to love the things you took"

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

"Delicadeza das almas grosseiras"

"A bondade do homem não deve ser um ato avulso e transitório, mas um transbordamento constante que não lhe custe nada e do qual esteja inconsciente".
Henry D. Thoreau

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Epigrama Nº 1

Pousa sobre esses espetáculos infatigáveis
uma sonora ou silenciosa canção:
flor do espírito, desinteressada e efêmera,

Por ela, os homens te conhecerão:
por ela, os tempos versáteis saberão
que o mundo ficou mais belo, ainda que inutilmente,
quando por ele andou teu coração.

Cecília Meireles

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

terça-feira, 17 de agosto de 2010

choose.

- a cliché
- grow up, will you?
- not a second time, at least for a while.
- it's all to do with childishness and jealousy.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

"Last man standing"

When there aren't people telling me my birds aren't free, there are people telling me that I'm so much free and telling how I gotta be.
I keep remembering songs sung beneath the sun and the ones sung after the blue of sky's gone.
I've taken the blue of the sky for me and I'm blue. After the blue sky's gone I'm blue.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

"upon us all a little rain must fall"

Eu senti a chuva. E eu só não era fria porque ainda podia sentir. A chuva costumava vir para apagar a imagem do sol.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

- Dos brasileirinhos.

É nato o direito à saúde, alimentação, cultura, educação, lazer, ect e tal de crianças e adolescentes. Entretanto, foi necessária a criação de um estatuto para definir esses direitos e quem deve garanti-los, regulamentando, assim, a formação na infância e adolescência.
O dever de garantir todos os direitos das crianças e adolescentes tem o cerne, primeiramente, no seio familiar. A família brasileira, por sua vez, encontra-se desestruturada e impossibilitada de garantir uma situação favorável á formação de um indivíduo. Assim, muitas vezes, lança a responsabilidade para o Estado, que também não é claramente apto para tal tarefa. Grande parcela dos brasileirinhos estão expostos, diariamente, à mais dura crueldade. Aprendem, desde cedo, a realidade da desigualdade social- os de baixa renda são sempre os mais prejudicados-, da exploração e discriminação.
De fato, o tratamento que lhes é dado faz a diferença entre um país desenvolvido e um país de terceiro mundo. A criança deve se sentir parte da comunidade em que vive e, quanto é tratada de modo a inseri-la no círculo social, tem muito a contribuir para o desenvolvimento de seu entorno, tornando-se agente de mudança, interferindo na realidade, e não marginalizado. No entanto, cenas de meninos pedindo esmolas, entre tantas outras situações, são vistas com taaanta frequência, que a gente acaba "se acostumando". " A gente se acostuma, mas não devia." E como quem cala, consente, isso resulta numa espécie de negligência.
Para que as crianças desse país possam ter uma vida digna e sonhada, faz-se necessária a fiscalização das leis que estão aí, bem como aplicação de punições não brandas àqueles que não cumprem as mesmas. Além disso, é indispensável a conscientização da sociedade como um todo e o estabelecimento de políticas públicas claras que favoreçam a prática dos direitos e deveres da criança e do adolescente, sobretudo por meio da educação.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Poema tirado de uma notícia de jornal

João Gostoso era carregador de feira livre e morava no morro da Babilônia
Num barracão sem número
Uma noite ele chegou no bar Vinte de Novembro

Bebeu
Cantou
Dançou

Depois se atirou na lagoa Rodrigo de Freitas e morreu afogado.


(Manuel Bandeira)

quinta-feira, 13 de maio de 2010

domingo, 2 de maio de 2010

Pelo 1º de maio.

"O objetivo imediato dos comunistas é o mesmo que aquele de todos os outros partidos proletários: constituição do proletariado em classe, derrubada da dominação burguesa, conquista do poder político pelo proletariado."
"O preço médio do assalariado é o mínimo do salário, isto é, a soma dos meios de subsistência necessários para manter a vida do operário como operário. Por conseguinte, aquilo de que o operário se apropria por seu trabalho é apenas suficiente para reproduzir sua vida, reduzida à mais simples expressão. De modo algum pretendemos abolir essa apropriação pessoal dos produtos do trabalho, indispensável para a reprodução da vida do dia seguinte, uma vez que essa apropriação não deixa lucro líquido que confira um poder sobre o trabalho alheio. O que queremos é suprimir o caráter miserável dessa apropriação que faz com que o operário viva unicamente para aumentar o capital e só viva à medida que o exigem os interesses da classe dominante."

Marx e Engels
1848

quinta-feira, 22 de abril de 2010

O Trote Universitário (resumido)

Existe uma certa banalização em se tratando desse tema, o que resulta em uma cumplicidade passiva por parte da sociedade. Em alguns casos há negligência por parte dos pais dos novatos e em outros, é a universidade que se omite das comemorações de ingresso na instituição. Essas comemorações famosas por aspectos negativos são idiotas.
Felizmente, o trote cidadão vem sendo cada vez mais estimulado: veteranos e calouros integram-se a práticas saudáveis divertindo crianças em instituições, pintando muros de escolas, arrecadando alimentos para doações à comunidades carentes, ou até mesmo doando sangue, como fizeram os alunos bixos e veteranos da Medicina da UFRGS e da PUCRS em março.
Enfim, a galera tem que se ligar e perceber que dá pra se divertir sem humilhar nem constranger ninguém, inclusive adotando a cidadania como braço de apoio, gerando um ingresso batata na universidade!

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Eu 2009/2010. (em processo de retomada e resposta)

"e tudo é tão lindo e tudo será tão lindo enquanto as cores, o elogio, o adjetivo, o brilho, o cintilante estiverem comigo. Que nada é mais importante do que sentir." (pausa) -2009/2010.

Ritmo.Pausas.Retomada do movimento.
(retomada essencialmente elíptica) - 2010.

terça-feira, 13 de abril de 2010

quarta-feira, 24 de março de 2010

segunda-feira, 22 de março de 2010

De mim, às vezes.

Quanto maior o envolvimento emocional, maior o comprometimento, e maior a dificuldade de responder às perguntas.

domingo, 7 de março de 2010

Se atrase o quanto quiser.

Se preocupar e estabelecer compromissos internamente com os outros deixa de ser virtude quando a gente esquece de nós mesmos, inclusive quando pensamos que estamos sendo egoístas.
Comprometimento é problema e solução.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

"Andar é reconhecer."

Primeiro Andar

Já vou, será
eu quero ver
o mundo eu sei
não é esse lá

por onde andar
eu começo por onde a estrada vai
e não culpo a cidade, o pai

vou lá, andar
e o que eu vou ver
eu sei lá

não faz disso esse drama essa dor
é que a sorte é preciso tirar pra ter
perigo é eu me esconder em você
e quando eu vou voltar, quem vai saber

se alguém numa curva me convidar
eu vou lá
que andar é reconhecer
olhar

eu preciso andar
um caminho só
vou buscar alguém
que eu nem sei quem sou

Eu escrevo e te conto o que eu vi
e me mostro de lá pra você
guarde um sonho bom pra mim

Rodrigo Amarante- LH.

All my loving.


A parte mais importante e doce das nossas conversas é o que a gente não diz.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

"— Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes? "


Às vezes, por mais que fatores digam que não é o Magical Mistery Tour, é preciso abrir totalmente a janela e tentar percebê-lo vindo, já que "tudo é questão de despertar a sua alma". Além do mais, se fecharmos todas as janelas, os pesadelos(que impedem de reconhecer o real) continuam entrando por frestas, mas se deixarmos as janelas abertas, os pesadelos acham caminho de saída. Aí quando as cortinas se abrirem e as nuvens encobrirem efemeramente o sol, cairá uma feliz chuvinha.
"(É preciso dizer-lhes tudo de novo!)"

sábado, 2 de janeiro de 2010

Good Day Sunshine!


2010.
"E como será? O vento vai dizer lento o que virá, e se chover demais, a gente vai saber, claro de um trovão, se alguém sorrir em paz."
Que todas as palavras de amor e esperança balbuciadas se materializem nesse ano que chegou e que algumas coisas mudem; que com a ladainha do Natal as crianças não se esqueçam que a data não se resume à Papai Noel, chocolate e presentes. Toda essa época - que chega a ser sentimental demais às vezes pra alguns - é pra lembrar do que deve ser lembrado sempre: "Tudo o que você precisa é amor."
Paz, amor e sonhos de um mundo melhor everybody everywhere!
(: